quinta-feira, 6 de janeiro de 2011


O que é?
É uma patologia que afecta o sistema nervoso. Caracteriza-se por alterações temporárias e reversíveis na actividade eléctrica do cérebro e traduz-se em manifestações motoras, sensoriais, psíquicas e/ou neurovegetativas.
É uma doença crónica que afecta cerca de 1 em cada 200 indivíduos, o que pressupõe, para Portugal, uma prevalência entre 30 a 50 mil pessoas com epilepsia e, para a Europa, cerca de 6 milhões de indivíduos afectados pela doença.
Considera-se como epilepsia o aparecimento de duas ou mais crises de início brusco e inesperado. Uma crise isolada não é epilepsia, assim, as crises surgidas no decurso de um processo agudo (febre, infecção, etc.) denominam-se de crises ocasionais e não constituem uma epilepsia.


Curiosidades:
Muita gente conhece a epilepsia como a doença na qual o paciente sofre de crises, causando-lhe quedas, convulsões incontroláveis, espuma da boca e perda de urina.
Na Grécia Antiga acreditava-se que estas pessoas estavam possuídas pelo demónio! Daqui deriva a origem da palavra Epilepsia: é a designação Grega para "ser apanhado ou atacado". Em alemão era chamada a "doença das quedas". Uma designação inapropriada, pois nem todas as pessoas com epilepsia caiem durante uma crise.

Sem comentários:

Enviar um comentário